IIGD Ograce

12/02/2019 - UM JUGO NA SUA GLÓRIA

  • Envie por Email
  • Imprimir

E pela tua espada viverás e ao teu irmão servirás. Acontecerá, porém, que, quando te libertares, então, sacudirás o seu jugo do teu pescoço.

Gênesis 27.40

Esaú vendeu conscientemente seu direito de primogenitura ao seu irmão Jacó e, depois, embora tenha buscado arrependimento com lágrimas, não conseguiu reverter tal perda. Esaú foi profano, pois considerou coisa de pouco valor o dom que conseguira à força antes de nascer. Quando pecamos, devemos nos arrepender. Se o erro não foi intencional, é fácil de ser perdoado, mas, se pecarmos conscientemente, ser perdoado pode ser quase impossível.

Isaque atuou como profeta, falando coisas duras a seu filho predileto, o qual era caçador e, por isso, agradava ao pai. Esaú ouviu que viveria da sua espada e serviria ao irmão. Ora, ele tinha tudo para ser o herdeiro da promessa, porém, como era dado à truculência, acostumado com a vida perigosa nos campos, não era o tipo de pessoa por intermédio de quem o Salvador viria. Busque o Senhor, para que Ele o livre das coisas ruins. Muitos se converteram, mas vivem como no tempo do pecado. O que se pode dizer deles: são salvos ou não? A verdade é que o novo nascimento é uma experiência que marca o homem para sempre, mudando-lhe o caráter e fazendo dele alguém manso como era Moisés (manso significa submisso a Deus). Sendo novas criaturas, somos transformados pelo Espírito de Deus que em nós habita. Quando somos libertos, temos de sacudir o jugo!

O erro de Esaú o fez ficar sob a opressão do inimigo, mas, como há liberdade para todos, quando entendesse seu erro, buscasse o Senhor e confessasse seu pecado, obteria a libertação. Então, deveria tirar o jugo de seu pescoço. Hoje, da mesma forma, quem pecou deve arrepender-se e, ao ver a chegada da libertação, livrar-se dos grilhões que o prendiam nas mãos de Satanás.

Aqui, a palavra pescoço significa a glória de Deus dada a quem O procura, o domínio que o faz ser senhor de toda opressão. Após confessar seu erro, você sentirá de Deus o momento certo para procurar o ofendido, e seu coração sentirá a libertação. No entanto, mesmo perdoado, caso deixe de se declarar livre – o que, de fato, você é –, não haverá a libertação. Sacuda o jugo agora e não mais se sujeite ao maligno.

Depois de cumprir a Palavra, faça uma declaração de fé para obter a sua independência. Ninguém conseguirá a tão sonhada liberdade se desobedecer ao Senhor.  Siga a direção do Santo Espírito e se torne a pessoa que o Senhor promete. Fomos chamados a desfrutar da comunhão do Filho de Deus. Isso é de suma importância, pois temos de produzir frutos dignos da salvação. O que você diz disso?

Vamos viver da Espada do Espírito, a Palavra? Com ela, nenhuma condenação há, e sim liberdade. O Evangelho é a verdadeira Terra da Promessa, onde somos perdoados, salvos e bem-sucedidos em tudo o que o Pai colocar em nossas mãos. Por isso, não se prenda ao passado.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares


Oração do Dia

Deus Libertador! Quem se entregou a Ti para pregar a Tua Palavra está liberto por Ela. Nenhuma força do inimigo manterá essa pessoa presa ao diabo. Agradecemos por nos libertares dele. Aleluia!

Ajuda-nos a procurar a quem temos ofendido e nos acertar com ele. Assim, desfrutaremos da verdadeira vida Contigo, sem nenhum laço nos mantendo nas garras sujas e más do maligno. Em Jesus, somos livres e, por isso, nós Te damos graças.

Queremos nos soltar de tudo o que nos prende ao passado. Então, damos a Ti o verdadeiro louvor, porque, com a morte do Teu Filho, fomos lavados em Seu precioso sangue. As Tuas misericórdias nos alcançaram! Amém! 

Todos os direitos reservados à Igreja Internacional da Graça de Deus · O site do povo de Deus.

fechar

De que maneira as mensagens diárias têm abençoado sua vida?

*todos os campos são obrigatórios

fechar

Pedido de Oração

*todos os campos são obrigatórios

fechar

Enviar Mensagem por Email